Ocupação E.E. Padre Sabóia de Medeiros

O dia começou diferente na Escola Estadual Padre Sabóia de Medeiros, localizada na R. Américo Brasiliense, 1297, Zona Sul –SP. Durante a manhã, ao invés de uma aula comum, os alunos deram uma aula de resistência e combatividade com uma assembleia do grêmio decidindo pela ocupação da escola por tempo indeterminado, até que suas demandas contra a “reorganização escolar” do governo Alckmin sejam atendidas.

Demandas

Os alunos exigem que sua escola não feche. Com o plano de “reorganização” a escola perderá o primeiro ano do ensino médio em 2016, e o segundo em 2017. Não precisamos de nenhuma análise profunda para enxergar o plano do governo de fechar a escola aos poucos: um fim agonizante para uma escola com 70 anos de história.
Não são de hoje as agressões do governo estadual contra esta escola, neste ano, foi uma das únicas escolas que não recebeu material para pintura e reformas, uma docente que leciona na escola há 18 anos diz que as tentativas do governo de fechar a escola ocorrem há quase uma década.

IMG_20151116_145633711_HDR

Justificativa do governo

O governo do estado, comandado por Geraldo Alckmin, justifica a “redução gradual” de matrícula se dá pela baixa demanda de alunos. Esse informação é questionável já que as turmas iniciam o período letivo com cerca de 70 alunos  por sala. Além disso, as matrículas já foram canceladas há algumas semanas e os alunos que não atualizarem seus dados terão sua transferência automática para o colégio Plínio Negrão, localizada a mais de 2 km da região.

Estudantes e professores

Os professores e a até mesmo a direção da escola são favoráveis ao movimento, mas estão com medo de participar ativamente pois no passado professores que expressam seu alinhamento político foram prejudicados na carreira.
A maior parte dos estudantes é residente do Real Parque e a realocação para outras escolas irá dificultar a vida dos alunos, alguns não poderão concluir os estudos a tempo. Neste cenário, fica evidente também uma questão social. A região está se valorizando rapidamente, de um bairro operário para conjunto de condomínios de alto padrão. Já conhecemos as políticas sociais para tirar a população pobre das regiões valorizadas visando favorecer a especulação imobiliária.

IMG_20151116_145406526

A luta dos estudantes

A ocupação está firme e forte! Já se iniciaram os trabalhos para as atividades culturais que irão manter a ocupação organizada. Toda a ajuda é bem vinda!

IMG_20151116_164329886

Direto da ocupação, por: Leonardo Nascimento para o Trincheiras.

Comentários